Nova Torre de Controle do Aeroporto de Barcelona
 
Cliente
AENA Aeropuertos Españoles y Navegación Aérea
A execução orçamental
18,2 milhões de euros
Calendário
2003-2006


DESCRIÇÃO DO PROJETO
 
Nova torre de controle, com acesso visual às três pistas e válida para futuras ampliações. Tem 62 m de altura e está dotada para atender um tráfego de 90 operações de vôo à hora. Compõe-se de três partes: edifício base, fuste e andares superiores. O edifício base está formado por dois anéis concêntricos separados por um poço de luz, desenvolvido em três níveis, porão (572 m2) onde se encontram o quarto de máquinas, bombas de proteção de incêndios e aljibe. Térreo (1.495 m2), com o acesso principal, ao que se chega através de uma área de pórtico do anel exterior onde se desenvolvem 83 praças de estacionamento. O hall de entrada, de dupla altura, conecta com o pé de fuste que comunica com o primeiro andar (2.886 m2) e os andares superiores. Junto ao hall de entrada ficam a cafeteria, segurança, salas de formação e a área de instalações. O fuste se compõe de dois sistemas estruturais. Exteriormente, se dispõe de uma malha formada por colunas protendidas de concreto armado conformando uma superfície hiperbólica que sustenta os andares superiores, e interiormente se configura um núcleo central com perfis de alumínio que contém as escadas de emergência e os ocos pelos quais se deslocam dois elevadores panorâmicos. Os andares superiores se desenvolvem em cinco níveis. O mais alto é o campo de antenas, no teraço do fanal. Este, com 222 m2 de superfície construída, é de planta octogonal e dispõe de um corredor perimetral exterior para manutenção. Embaixo do fanal se encontra o andar técnico (308 m2), o andar de descanso e simulação (254 m2) circular com um diâmetro de 21,6 m, e o andar de ar condicionado (206 m2). A superfície total construída é de 7.800 m2.
AÇÕES DA G.O.C.
  • Controle de projeto e execução do mesmo
  • Controle de materiais
  • Provas especiais parciais e finais in situ e em fábrica,
  • Controle geotécnico do terreno