Direção de Obras de Coletores Gerais do Rio Minho em Lugo. Trecho: N-VI - ETAR
 
Cliente
Ministerio de Medio Ambiente. Confederación Hidrográfica del Norte
A execução orçamental
16,8 milhões de euros
Calendário
2005-2008


DESCRIÇÃO DO PROJETO
Novo Coletor interceptor geral de concreto armado que recebe em cabeceira toda a rede de saneamento de Lugo, entroncando nele o coletor geral do Rio Chanca e os coletores gerais do Rio Minho em Lugo, levando-os até a E.T.A.R.
Os caudais máximos de dimensionamento da nova instalação são de 3.200 litros por segundo. O coletor principal tem uma longitude de 2,41 quilômetros e um diâmetro de 1,80 milímetros, e se constroem, além disso, outros cinco coletores secundários, dois caixas de controle e um desaguadouro de tempestades.
Também se realizam sete edifícios de exploração, cinco situados nos poços de entrada e saída dos micro-túneis e os outros dois na caixa de cabeceira do coletor e no tanque de tempestades que regula o caudal de pluviais da concha do arroio São Mamede.
Quase a metade do coletor principal, 1.140 metros, se constrói com uma solução em micro-túnel, sendo os 1.270 metros restantes realizados em vala ao ar livre. Na chegada à E.T.A.R. de Lugo se constroem as infra-estruturas necessárias para a Conexão.
Finalmente se acometem as obras de recuperação ambiental da ribeira do Minho.
ACÕES DA G.O.C.
Redação do Plano de Vigilância Ambiental; Assistência Técnica para o Controle de execução; Seguimento do Investimento e do Programa de Trabalhos; Coordenação de Segurança e Saúde; Seguimento da implantação de medidas corretoras do impacto ambiental; Assistência Técnica geotécnica específica nas zonas de cravação.
Campos abrangidos
Obra civil: escavações, recheados.