Unidade de biometanização e compostagem, e selagem do depósito de resíduos sanitariamente controlado de Pinto (Madrid)
 
Cliente
Comunidad de Madrid. Gedesma
A execução orçamental
60,1 milhoes de euros
Calendário
2001-2003


DESCRIÇÃO DO PROJETO
 
A planta foi realizada entre os anos de 2001 a 2003, continuam a ser propriedade de Gedesma, com um investimento de 60.000.000 euros e uma taxa para a A. T. de 909.015,00 euros.

Central de tratamento de resíduos através de um processo de separação mecânica e manual, e aproveitamento energético da fração orgânica através da biometanização e sua posterior compostagem.

Sua capacidade de processamento é de 140.000 toneladas/ano com uma futura expansão prevista para 280.000 t./ano.

Com o metano obtido da biometanização e o obtido do selagem do depósito de resíduos sanitariamente controlado de Pinto, e através da utilização de onze motores, se produzirá potência suficiente para abastecer de energia elétrica a uma cidade de 40.000 habitantes.


O selado do depósito de resíduos de Pinto, de 40 hectares de área, é realizado utilizando lâminas de polietileno e camadas de água e gases como drenagem.


AÇÕES DA G.O.C.
 
G.O.C. tem feito o controle do projeto, controles geométrico, qualitativo e quantitativo; o monitoramento do programa de trabalhos para analisar as razões do descumprimento de prazos e fez planos “as-built" da obra.