Eixo Atlântico de alta velocidade. Trecho: Padrón–Osebe (A Coruña)
 
Cliente
Ministerio de Fomento. Dirección General de Ferrocarriles
A execução orçamental
26,3 milhões de euros
Calendário
2003-2006

DESCRIÇÃO DO PROJETO
A  obra abrange desde o  PK 77/630 até o PK 81/820 da atual linha, com um comprimento no  novo traçado de 3.976 metros. Consiste na ampliação da infra-estrutura para a duplicação da via, na implementação 2.290 metros de variantes e na renovação e da superestrutura.
Inclui a execução de 4 passagens superiores, 1 passagem  inferior, 1 viaduto sobre o rio Manzanillo com um total de 56 metros de luz, uma  estrutura porticada para a passagem da N-550 e o túnel no Monte Areal de 865 metros de comprimento para dupla via, com 90 m2 de secção livre.
Estão previstos a adequação das instalações de segurança e de comunicações, a reposição dos serviços afetados e a execução das medidas de reparação ambiental.


AÇÕES DA G.O.C.
Revisão de Projeto; controle de obra civil; terraplenagem, drenagem; superestrutura de via; estruturas; túnel.
Controle das ações de integração meio ambiental, coordenação de segurança e saúde no trabalho, apoio à gestão de expropriações e reposição de serviços urbanos, controle de instalações de segurança e de comunicações.